Desde a madrugada da quinta feira (15), fiéis já se encontravam nos arredores da Catedral do Divino Espírito Santo em Palmas, as voltas com: cal, areia, cascas de arroz, e materiais recicláveis como pó de pneus e tintas de várias cores para o tom certo de cada projeto minunciosamente desenhados ao chão.

Ao raiar do dia grande parte dos tapetes já estavam revelando sua beleza, mas ainda faltavam os detalhes, preciosos detalhes, que os fiéis faziam questão de caprichar, afinal o carinho era para tornar belo o caminho em que o Senhor Jesus iria passar logo mais a noite. Cerca de 500 pessoas estiveram envolvidas na atividade que resultou em 315 metros de tapetes.

Às 18 horas iniciou-se a celebração da Santa missa e homenagens a Corpus Christi, que segundo o Arcebispo Dom Pedro Brito Guimarães " é o Sacramento que originou e alimenta a Igreja Católica e  o dia  lembra os três pilares : a eucaristia celebrada, comungada e adorada."

Todas as paróquias da cidade estiveram reunidas na celebração, única vez durante o ano em que é realizado um percurso com a Hóstia fora da igreja, um cenário preenchido com centenas de pessoas em procissão iluminada a luz das velas rumo ao local onde foi celebrada a primeira missa de Palmas e escolhida para acontecer a benção do Santíssimo.

A Eucaristia é o próprio Jesus Cristo que se fez alimento; é a união, a comunhão e o sentimento deste sacrifício que o Cristo fez por nós.

Fonte: Ascom Arquidiocese de Palmas