O Encontro Estadual de Servos 2018, realizado pela Renovação Carismática Católica do Tocantins, recebeu, em Palmas, mais de 1000 carismáticos de todo o estado nos últimos sábado e domingo, 17 e 18 de março, na Escola de Tempo Integral Padre Josimo Tavares. O Encontro acontece anualmente e já passou pelas cidades: Araguaína, Colinas do Tocantins, Guaraí, Tocantinópolis. Neste ano, em sua 14ª edição, o tema foi “Eis que estou à porta e bato” (Ap 3,20a), em unidade com o tema atual da RCC a nível nacional.

Convidado para o Encontro, padre Heldeir Gomes, coordenador nacional do Ministério Cristo Sacerdote, fala sobre a importância da RCC para a Igreja e para as vocações.

“Foi, justamente, um chamado a abrirmos a porta do nosso coração para escutar a voz de Deus. O Senhor fala, direciona os nossos passos, nos encaminha em tudo aquilo que formos fazer. É de grande importância para toda a Igreja Católica, o movimento da Renovação Carismática, que abre as portas para um novo tempo; uma Igreja nova conduzida pelo próprio Espírito. E nós, como membros, como participantes desse movimento, podemos atender esse chamado do Senhor, vivendo bem a nossa vocação, seja ela qual for: religiosa, como padres, como leigos. Nós temos a tarefa de ir adiante, ouvindo a voz do Senhor e deixando que Ele conduza cada um dos nossos dias. Que Deus possa abençoar cada um dos nossos irmãos e irmãs e que sintam-se abraçados e abençoados por Deus”.

O coordenador do Grupo de Oração Hesed, da Paróquia São Judas Tadeu, Wellyngton Teixeira, explica a importância do Encontro para a vida do Grupo.

“É um abastecimento para o Grupo de Oração. A gente recebe as moções que vêm do Encontro Nacional de Formação e o Grupo se organiza recebendo essas Palavras, recebendo orientação para cada ministério para que a obra de evangelização dentro do Grupo de Oração siga mais revigorada. É um reabastecimento mesmo para o nosso Grupo”.

O encontro contou com Workshops de formação para cada Ministério, com show da cantora Raquel Carpejani, da Comunidade Recado, Adoração Eucarística, Santa Missa, animação; e, para todos os participantes, foi realizada também uma formação sobre o Ministério Fé e Política e a pregação com o tema do Encontro, ministrada pelo presidente do Conselho da RCC Tocantins, Cícero Batista. Ele fala sobre o novo ânimo dado por Deus aos servos no Encontro.

“Agora é um início. Finalizou o Encontro, começa o novo. Deus nos instruiu, Deus nos reanimou para voltar aos nossos Grupos de Oração, dentro das nossas comunidades, dentro das nossas capelas, dentro das nossas paróquias, e viver a experiência de Pentecostes. Nós fomos motivados pelo Senhor a viver a nossa característica, o nosso carisma que é ‘A vivência do Batismo no Espírito Santo’. Então, aqui o Senhor nos encorajou, nos levantou e disse para cada um de nós: ‘Vá! Viva a experiência de Pentecostes’. Então, nós vamos viver, durante todo esse ano de 2018, esse ardor que o Senhor colocou, impregnou no nosso coração. Nós voltamos às nossas bases, que são os nossos Grupos de Oração e vamos viver o novo, a santidade, o anúncio, impulsionados pelo Batismo no Espírito Santo”.

Ele ensina que o Grupo de Oração é uma experiência do Cenáculo vivido pelos apóstolos junto à Virgem Maria, como um período de encorajamento e preparação para a evangelização que também acontece em saída.

“A Renovação Carismática, como o próprio Papa diz, é uma corrente de graças, ela não acontece entre quatro paredes. Mas o Grupo de Oração, aonde eu vou e vivo a experiência de Pentecostes é num local fechado, é o cenáculo. Assim como aconteceu com os apóstolos e com Nossa Senhora: eles se fecharam primeiro. Mas esse fechamento foi rápido. O Espírito Santo veio, encorajou-os e aí sim eles saíram para evangelizar. Nós vamos voltar para o nosso Grupo de Oração, vamos viver a experiência que nós vivenciamos aqui semanalmente e durante o restante dos dias, vamos viver afora do nosso ambiente paroquial, que é o nosso trabalho, a nossa escola, a nossa vizinhança, a nossa comunidade, que não é somente entre quatro paredes, mas é necessário que eles vivam o Cenáculo entre quatro paredes, percebam a força do alto, isso a gente motiva para que os servos vivam semanalmente em seu Grupo de Oração para que a gente abra as portas do Grupo de Oração, abra as portas do Cenáculo e saiamos como nosso Papa Francisco tem pedido”.

No próximo ano, o Encontro Estadual de Servos acontecerá em Paraíso do Tocantins, prelazia de Cristalândia, nos dias 9 e 10 de fevereiro.

Por Camila Soares
Fotos: Diogo Starlley