ENCONTRO DE FORMAÇÃO E DE CONVIVÊNCIA COM OS FILHOS E AS FILHAS DOS DIÁCONOS PERMANENTES ACONTECE EM PALMAS

No último sábado, dia 7 de outubro, aconteceu o 4º Encontro de Formação e de Convivência com os Filhos e as Filhas dos Diáconos Permanentes, na Fundação Assistencial dos Servidores do Ministério da Fazenda, a Assefaz. O encontro, idealizado pelo arcebispo Dom Pedro Brito, é um momento de comunhão e de lazer das famílias dos diáconos ordenados e dos candidatos ao diaconato junto ao arcebispo. A confraternização acontece uma vez ao ano com o propósito de estreitar os laços familiares e de ajudar os pais a aproximarem seus filhos da Igreja.

O presidente da comissão arquidiocesana dos diáconos, o diácono Djalmi Chaves, fala sobre o encontro.

“A ideia de dom Pedro é justamente essa: que os filhos também se envolvam no ministério diaconal do pai. Para nós, é uma alegria muito grande, porque, à princípio, nós somos a única arquidiocese do Brasil que o bispo se encontra com os filhos. Então para nós é uma alegria, uma satisfação muito grande e a gente não pode deixar isso passar em branco”.

A filha do diácono Djalmi, Karyne Carvalho, participou do encontro e diz como se sente parte da missão de seu pai.

“Eu me sinto diretamente ligada à essa missão dele, porque a gente faz parte como família, como admiradores também dessa jornada dele. E o encontro nada mais é do que a união das famílias dos diáconos, essa aproximação entre os filhos, os pais também. Eu acho muito importante a continuidade desse evento que acaba unindo e acaba fazendo a gente entender cada vez mais essa jornada dos nossos pais”.

Como parte da programação, dom Pedro ministrou uma formação sobre vocação, com o tema do Sínodo dos Bispos de 2018: “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”, que é também tema do 2º Congresso Jovem de Palmas, que acontecerá de 27 a 29 de outubro.

Atualmente, a Arquidiocese de Palmas possui 24 candidatos ao diaconato em formação e 30 diáconos, já ordenados, em missão.

 

DEPOIS DE RESTAURADA, A IMAGEM DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA É RECOLOCADA NA PRAÇA DO SANTUÁRIO

O Santuário Nossa Senhora de Fátima colocará de volta na Praça de Fátima a imagem de Nossa Senhora que foi destruída por vândalos em dezembro do ano passado. A imagem foi restaurada e para celebrar o seu retorno, o Santuário fará a reza do Santo Terço na próxima sexta-feira, dia 13 de outubro, às 18 horas, na praça. Em seguida, o arcebispo Dom Pedro Brito presidirá a missa às 19h30 e, logo após, os fieis farão homenagens à Nossa Senhora de Fátima para encerrar a noite festiva.

 

2º CERCO DE JERICÓ ACONTECE NA PARÓQUIA SÃO JUDAS TADEU

A Paróquia São Judas Tadeu iniciou na noite desse domingo, 8, o 2º Cerco de Jericó, com a Celebração da Eucaristia. Com o tema “Derrubando as Muralhas pelo Poder da Adoração”, a comunidade é convidada a viver uma semana incessante de oração, adoração, Missa diária, confissão, jejum, meditação da Palavra de Deus e reza do terço mariano.

A Santa Missa de abertura foi presidida pelo pároco, padre Reginaldo Albuquerque, que destacou a importância do Cerco de Jericó para que os fieis deem bons frutos.

“O objetivo dessa semana intensa de oração é derrubar as muralhas pela força da oração, pela força da adoração ao nosso Deus Tremendo. É uma semana para tomarmos consciência de que o Espírito Santo, pela força da oração, é capaz sim de derrubar, destruir as forças do mau. O terço de Nossa Senhora, o silêncio profundo e fecundo em frente ao Senhor Eucarístico. E assim vai sendo semeado na terra de nossa alma todos os frutos bons, os frutos da oração e da adoração”.

Segundo o padre Reginaldo, esta semana é também um momento de preparação para o 17º Festejo da Paróquia São Judas Tadeu, que acontecerá de 19 a 29 de outubro. Para cada dia do Cerco de Jericó há uma intenção específica. Confira a programação completa e baixe o passo a passo para se fazer o Cerco de Jericó pelo site www.saojudaspalmas.com.br.

 

DOM PEDRO BRITO CELEBRA FESTA DA PADROEIRA DO BRASIL NO SANTUÁRIO NACIONAL DE APARECIDA

A Igreja celebra a Festa de Nossa Senhora da Conceição Aparecida nesta quinta-feira, 12 de outubro. E pelos 300 do encontro da imagem milagrosa por pescadores no Rio Paraíba do Sul, celebrados neste ano, o Santuário Nacional de Aparecida, em São Paulo, iniciou o jubileu dos “trezentos anos de bênçãos” no dia 12 de outubro de 2016, com uma programação especial de devoção e obras de fé. Na festa deste ano, o arcebispo da Arquidiocese de Palmas, dom Pedro Brito, estará presente pela primeira vez nesse período festivo.

“É uma decisão muito pessoal porque eu vou como peregrino, como romeiro para comemorar os trezentos anos de aparição de Nossa Senhora aqui no Brasil, como Mãe do Brasil. Eu podia ficar aqui, celebrar aqui, mas eu decidir ir. Eu vou pessoalmente, com minha necessidade espiritual - peregrino, romeiro -, mas vou também como pessoa eclesial. Vou levar também os desafios da nossa Igreja, da nossa vida e pedir à Nossa Senhora que nos ajude na missão. Acho importante fazer essa comunicação para as pessoas saberem que a fé precisa ser vivida com muita responsabilidade e tudo o que fizermos ainda é pouco para fortalecê-la, para incrementá-la, para iluminá-la pra gente trabalhar bem na missão. Eu vou para mim e para todos os meus irmãos dos quais eu tenho responsabilidade pastoral sobre eles”.

A cada ano, cerca de 12 milhões de romeiros visitam o município de aparecida. Ali, católicos do Brasil todo se misturam a estrangeiros, que se multiplicaram após a visita do Papa Bento XVI, em 2007. 

 

PARÓQUIA MÃE RAINHA REALIZA FESTEJO COM O TEMA “FAZEI TUDO O QUE ELE VOS DISSER”

Começou nessa segunda-feira, 9, o Festejo da Paróquia Mãe Rainha, em Palmas, com o tema “Fazei Tudo o que Ele vos Disser”. Com novena, Missa diária, quermesse, leilão, bingo e brincadeiras para as crianças, a programação segue até o dia 18 de outubro, quando se celebra o dia de Nossa Senhora Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt.     

O pároco, padre Lenício Nascimento, falou sobre o tema deste ano que também é uma celebração dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora da Conceição Aparecida.

“Para mim, o Festejo de uma paróquia é o ápice de uma evangelização à nível paroquial. O nosso tema também, pegando essa fala de Nossa Senhora nas Bodas de Caná, visa também isso: lembrar e celebrar a Mãe Aparecida. Nossa Senhora, nós sabemos que é só uma com diversos títulos e nós pegamos esse tema para nos tornarmos também obedientes ao Cristo através da intercessão da Mãe, daquilo que Ela nos pede”.

Toda renda arrecadada nos dias de quermesse, que são 13, 14 e 15 de outubro, será destinada para a continuidade da construção da Paróquia que se tornará Santuário, a Igreja dos Peregrinos. O padre falou também sobre essa migração.

“Nós celebramos os 20 anos do movimento Mãe Rainha aqui na nossa Arquidiocese. E, nesse dia, nós pedimos ao bispo para que nós pudéssemos nos tornar um Santuário Paroquial e ele, graças a Deus e a intercessão da Mãe Rainha, nos disse sim. Então, tudo o que for arrecadado vai ser investido pra essa construção, porque foi uma das condições que nosso arcebispo pediu: ‘vocês serão um Santuário Paroquial, mas primeiro têm que construir’. E nós estamos nesse processo de construção. Isso é mais fácil, graças a deus”.

A programação conta com missa diária, às 19h3o. Mas nos dias de quermesse - 13, 14 e 15 de outubro - a missa será celebrada às 19 horas. No sábado, dia 14, acontecerá a carreata, com a bênção dos carros, que passará por todas as quadras que compõem o limite geográfico da paróquia, como uma forma de divulgar a devoção.

 

Trabalhos Técnicos: Alessandro Cardoso

Produção e apresentação: Camila Soares